sábado, 14 de dezembro de 2013

Agora, o que mais me dói, foi ter-te conhecido.

Será errado sentir tudo o que sinto ao te ver depois de todo este tempo?
Mesmo sabendo que não sentias por mim o mesmo que eu sentia por ti, sempre tive esperança que um dia tal coisa acontecesse, mas todos estes anos passaram, e a única coisa que recebi de ti foi ignorância. Passares por mim… olhares para mim… e nada. Absolutamente nada!
Neste momento as lágrimas escorrem-me pelo rosto sem quererem parar. Acho que as guardei demasiado tempo dentro de mim. Tal como te guardo a ti. Está na hora! Eu sei que está. Tenho que deixar-te para trás e seguir em frente.
Não é fácil! Mas, também, como poderia ser? Como poderia ser fácil esquecer a pessoa com quem aprendemos o que é amar, mesmo não tendo estado juntos. Não foi preciso estar contigo para tal. A única coisa que queria era que estivesses feliz, mesmo que não fosse comigo. Sempre ouvi dizer que isso é amar de verdade, e concordo.
Agora, o que mais me dói, foi ter-te conhecido.

More Love! More Smiles!




Sem comentários:

Enviar um comentário